Página no Facebook

Página no Facebook
Clique na foto

A história dos bairros : Ilha Joana Bezerra , dos loteamentos ao Fórum Rodolfo Aureliano

A Ilha Joana Bezerra , outrora originalmente terreno do Ministério da Marinha , pouco habitada até o inicio dos anos 60 , foi adquirida pela empresa Terrenos e Construções S.A e desmembrada em lotes , que foram colocados á venda , era considerada uma área nobre nos anúncios publicados na decáda de 50 e 60 ; a proximidade com o Centro do Recife e as ligações viárias faziam da Ilha um atrativo. Era a última área a ser loteada no Centro do Recife . A quantidade de anúncios nos classificados dos jornais dos anos 60 , me faz acreditar que os mais endinheirados compravam esses terrenos e loteavam para ganhar em cima do valor investido .


Um dos anúncios de venda de lotes em Joana Bezerra
Em 1963 surgiu o projeto de um grande espaço de serviços para automóveis na Ilha Joana Bezerra , denominado Big Service , o empreendimento ocuparia uma área de 3,3 km ² , abrangendo borracheiro , oficina elétrica , área de estacionamento , lanchonete e salão de beleza. Funcionando como uma associação , em que os condôminos teriam direito a todos os serviços disponíveis no local , além de atendimento de socorro - mecânico nas ruas.
Em 1964 a Ilha Joana Bezerra era considerada uma área de expansão natural da cidade ; ocupada apenas por mocambos , existia o desejo dos governantes , através do novo plano urbanístico , de construir naquela área as novas estações ferroviária e rodoviária. Dentro dos limites da Ilha Joana Bezerra existia uma parte denominada Ilha da Popolônia , onde os declarados donos chegaram a brigar na justiça pela posse do terreno frente a adquirente Sociedade de Terrenos e Construções S/A.
Em 1968 a área da Ilha Joana Bezerra foi prospectada como uma das possíveis localidades a receber o estádio de Pernambuco , porém , por já estar totalmente loteada , a comissão considerou onerosa a sua aquisição , e foi descartada. Em 1970 foi a vez do Sport Clube do Recife cogitar a área para construção do seu novo estádio , que se chamaria Presidente Médici , com uma capacidade para 160 mil espectadores ; projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer esse estádio chegou a ter as obras iniciadas . Porém , os anos seguintes não foram favoráveis ao Sport Clube do Recife , mergulhado em dívidas , a construção do estádio foi paralisada e um dos destinos para o terreno adquirido foi a venda para saldar parte das dívidas . Em meio a essa construção , em setembro de 71 foi inaugurada a ponte ligando a Ilha do Retiro a Ilha Joana Bezerra .
Em 1973 a venda do terreno já era uma realidade , o interesse de uma construtora local interessada em construir um verdadeiro bairro , com casas , apartamentos , lojas , cinemas , etc.. dava fim a história de se construir um estádio de futebol na Ilha Joana Bezerra.

Recorte : arquivo digital Diário de Pernambuco

Em 1974 , alguns mocambos foram demolidos para a construção da ponte - viaduto ligando a Ilha ao Paissandu , equipamento integrante da primeira perimetral do Recife . Numa área em que os alagados tornavam o lugar quase inabitado , com a construção do viaduto complementando a primeira perimetral do Recife , o bairro foi bastante valorizado .
Após a cheia de 75 , a Ilha Joana Bezerra foi um dos locais que teve um projeto de urbanização feito pela prefeitura para evitar maiores danos em novas enchentes , entre as ações a abertura de canais e isolamento do braço do Capibaribe .
Em novembro de 1975 a Ilha Joana Bezerra apresentava os seguintes aspectos : área de 120 hectares , alagados em grande parte , ocupada por 1.100 mocambos . A URB desenvolveu um projeto de ocupação para o local , dividido em diversas áreas , entre elas , um shopping center , áreas para moradias , restaurantes e entretenimento .

1976 , um terminal na Ilha

Em julho de 76 foi idealizado a construção de um grande terminal rodo-hidro-aero-ferroviário , na confluência do Rio Capibaribe com a Agamenom Magalhães ( 1. perimetral ) .
Em 1977 a URB iniciou os estudos para implantação de um estacionamento periférico na Ilha Joana Bezerra e em outros 3 locais .
Viaduto do Cabanga / Primeira perimetral
A maior obra viária do Norte / Nordeste em volume de concreto armado , permitindo ir de Olinda a Boa Viagem sem passar pelo Centro do Recife . O viaduto do Cabanga junto com a ponte sobre o Rio Capibaribe tornaria possível a conclusão da primeira perimetral do Recife , desafogando o trânsito na área central .

Implosão do Detran

Para possibilitar a criação da ligação das pontes foi necessário a retirada do prédio do Detran , que funcionava na cabeceira da Ponte do Pina . Em 26 de abril de 1978 , ás 20 horas , aconteceu a tão esperada solenidade de inauguração do complexo viário , com show pirotécnico e apresentação de agremiações artísticas ; a abertura da ponte / viaduto da Ilha Joana Bezerra e viaduto do Cabanga foi destaque na mídia local , com caderno especial dedicado pelo Diário de Pernambuco .



Um dos ônibus da URB no Centro do Recife

Estacionamento periférico da Ilha Joana Bezerra

130 lotes foram desapropriados para construção do segundo estacionamento periférico da cidade. Em abril de 1980 o equipamento foi inaugurado , os motoristas de veículos particulares deixavam seus carros e seguiam para o Centro em ônibus da URB , com saídas a cada 5 minutos . Com capacidade para 1.700 veículos , o estacionamento periférico foi uma das grandes obras viárias do prefeito Gustavo Krause . Os tranquilões , como foram apelidados pela prefeitura faziam o seguinte percurso :

O Papa João Paulo II na Ilha Joana Bezerra

Em julho de 1980 , o estacionamento periférico serviu para abrigar a missa do Papa João Paulo II , um evento que mobilizou toda a cidade , mais de 400 mil pessoas acompanharam o pontífice .
Em 1981 o periférico sediou uma prova de automobilismo , lotando mais uma vez as dependências do estacionamento. Com a baixa demanda de utilização do estacionamento periférico , o espaço foi transformado em autódromo e inaugurado em setembro de 81 . Em fevereiro de 82 o periférico fechou definitivamente. O autódromo funcionou até 1990. A área foi então discutida por vários anos sobre o que viria a ser construído no local , um shopping , um Ceasa e outras opções foram dadas pelos vereadores da época , até que se decidiu construir o hoje existente Fórum Joana Bezerra.

Pesquisa: Jornais da década de 60 , 70 , e 80.

Veja também

A maior tragédia da São Judas Tadeu

Nenhum comentário:

Links

Fique por dentro !

MINIATURAS

Minha galeria