Ciclismo

Ciclismo
Tudo sobre bike

Pesquisar este blog

quinta-feira, 6 de junho de 2024

Camaragibe passa a integrar o Grande Recife Consórcio de Transporte

Linha do transporte municipal de Camaragibe 

O município de Camaragibe é atendido pela empresa Mobi-PE do grupo Mobibrasil, além de linhas do sistema municipal de transporte. O TI Camaragibe é o concentrador dessas linhas que atende ao município, distribuindo para linhas de maior percurso, no sistema BRT Via Livre operada pelo consórcio Mobi-PE, integrando Camaragibe aos demais municípios da Região Metropolitana do Recife, contando ainda com a integração ônibus/metrô na estação Timbi.

Os bairros do município com ligação direta de linhas para o TI Camaragibe são : 

Alto Santo Antônio

Cosme e Damião

Vera Cruz 

Loteamento João Paulo II

Timbi

Santa Mônica

Santa Terezinha

Santana

Além dos bairros do município, o TI Camaragibe recebe linhas das cidades próximas:

São Lourenço da Mata : Matriz da Luz, Muribara, Loteamento São João e São Paulo, Penedo, Várzea Fria, Parque Capibaribe e Tiúma

Recife : TI Cosme e Damião

Abreu e Lima : Chã de Cruz 

Araçoiaba

Com a adesão ao Consórcio Grande Recife, o município de Camaragibe ganhará novas linhas que aumentarão o acesso da população ao sistema SEI e a integração temporal.

terça-feira, 4 de junho de 2024

As gerações do Caio Apache em Pernambuco


A Caio é fornecedora de ônibus para as empresas do Grande Recife há muitos anos, quem não lembra dos VIP I da Caxangá, da Vera Cruz, e até dos articulados do SEI da Rodoviária Metropolitana; só citando alguns exemplos.
Apache S21 em uma linha municipal do Cabo de Santo Agostinho.

 O primeiro da série de modelos do Apache foi o S21lançado em 1999, em substituição ao modelo Alpha, Brasília foi a primeira cidade a encomendar o novo ônibus da Caio, com quase 100 unidades adquiridas, 50 por uma única empresa, por aqui, várias adquiriram o novo modelo da Caio : Metropolitana, Pedrosa, Rodotur, Vera Cruz, Transcol, Globo e etc. 

Veja uma pequena cronologia do Apache.

Apache VIP - no ano 2001 uma versão mais sofisticada do S21 foi lançada pela Caio Induscar, a arrendatária da massa falida.

Caio Apache VIP I

Folder de lançamento do Apache S22

Apache S22 - 2007 

Caio Apache II

Apache VIP II - 2008

Caio Apache III
Apache VIP III - 2012

Apache VIP IV adquirido pela Itamaracá Transportes

Apache VIP IV - Lançado em 2014, ganhou um novo design, mais moderno.

2015 - As empresas Tabosa e Capital do Agreste, vencedoras da licitação do transporte público em Caruaru adquiriram 13 unidades do Caio Apache para operar no sistema.
2017 - A Mobibrasil adquiriu 40 unidades do Apache VIP, utilizando 15 ônibus na renovação da linha 2040 CDU/ Boa Viagem / Caxangá e 25 para operar nas linhas do SEI.
Apache VIP modelo SEI Radial da Mobibrasil

2019 - Mobibrasil adquiriu 40 unidades do Apache VIP, sendo 20 na pintura do SEI Radial.
A Itamaracá Transportes, líder do Consórcio Conorte, fez a maior compra, sendo 72 veículos modelo Apache adquiridos.

Apache VIP da Borborema

2020 - a Borborema adquiriu sua primeira unidade do Caio Apache VIP, o famoso 021.
A Coopertranscabo também adquiriu uma unidade de Apache VIP, na versão 15 metros. Enquanto isso, a Mobibrasil, cliente tradicional da Caio, renovou a frota com 30 unidades do Apache; mesmo número de veículos adquiridos pela Itamaracá Transportes, sendo 19 no modelo que hoje opera no Corredor Norte Sul do BRT, configurado com 5 portas. 
Apache VIP V

2022 - A Itamaracá Transportes recebeu 20 ônibus Caio Apache V, uma das primeiras a receber o novo modelo por aqui. Lançado em 2021, o Apache V deu continuidade ao modelo que é um dos mais vendidos do Brasil.

anúncio do novo Caio Apache

2024 - Conorte recebeu 10 ônibus Caio Apache V e a Mobibrasil vem renovando sua frota nas  diversas pinturas que a empresa atua nas linhas do Grande Recife. 

quarta-feira, 29 de maio de 2024

T 208 - Cavaleiro/Piedade , linhas extintas

 A linha intermunicipal Cavaleiro/Piedade começou a operar em 25 de fevereiro de 1984. 

arte sobre mapa - linha T 208 - Cavaleiro/Piedade

Ligando dois importantes bairros do município de Jaboatão dos Guararapes e sendo uma opção de ligação dos bairros da periferia de Jaboatão com as praias do município, a T 208 tinha o itinerário semelhante ao que hoje é o trajeto das linhas Curado IV/ Barra de Jangada e Curado I / Barra de Jangada a partir de Cavaleiro.

O percurso é feito também por vans do Sitema Complementar de Transporte do município. 

Além do bairro de Cavaleiro, os moradores de Sucupira ( Loteamento Grande Recife ), Dois Carneiros, Monte Verde, Zumbi do Pacheco, URs do Ibura, Muribeca e Prazeres eram beneficiados com a linha crida pela EMTU.

A linha era dividida entre as empresas Borborema e Expresso Metropolitano.



terça-feira, 14 de maio de 2024

A linha do seu bairro - Cordeiro

 O bairro do Cordeiro , no subúrbio do Recife , é itinerário de diversas linhas de ônibus , com uma curiosidade ... 

O TI Getúlio Vargas fica localizado no bairro do Cordeiro



Nenhuma linha que trafega pelo bairro apresenta no seu itinerário o nome Cordeiro , o último registro foi da CTU , que em 1965 criou uma linha de elétricos com terminal no Cordeiro . No entanto, outras linhas foram criadas e trafegam pela área , vamos conhecê - las ?

321 Jardim São Paulo ( Abdias de Carvalho ) 

Atende a um pequeno trecho do bairro do Cordeiro, passando em frente a Central de Tratamento dos Correios e seguindo pela Rua da Lama ( Gomes Taborda ).

324 Jardim São Paulo ( Piracicaba ) 

Faz o mesmo percurso da 321 no trecho que passa pelo bairro.

412 TI Santa Luzia / TI Getúlio Vargas

Essa linha é operada pela Empresa Metropolitana, teve seu itinerário alterado para ligar dois terminais do SEI, o TI Santa Luzia com o TI Getúlio Vargas, a linha se chamava San Martin ( Largo da Paz ).

2413 Avenida do Forte / TI Getúlio Vargas 

Criada em julho de 1981 , não com esse nome é claro , a CTU pôs em funcionamento com o intuito de atender a população dos Torrões . Com frota de 6 veículos , atendia no sentido cidade a Rua Real da Torre , para suprir a desativação dos opcionais da linha Torre / Madalena . 

Confira o itinerário : 

Avenida do Forte , Rua Dois de Fevereiro , Rua Gregório Júnior , Rua Souza Bandeira , Rua Tomaz Gonzaga , Rua Dom Manuel da Costa , Rua Real da Torre , Rua Ricardo Gomes , Rua Ricardo Salazar , Avenida Caxangá , Derby , Boa Vista , Guararapes . 

2416 Roda de Fogo / TI Getúlio Vargas 

A linha Roda de Fogo é integrada ao TI Getúlio Vargas, atende ao bairro do Cordeiro indo e voltando para o terminal de Roda de Fogo, a maioria dos passageiros desce na parada no cruzamento com a Avenida Caxangá, onde integram com o BRT na estação Parque do Cordeiro, não esperando o percurso final até o TI Getúlio Vargas.

2421 Torrões / TI Getúlio Vargas  

A linha Torrões opera desde 1954 , seu  terminal já fora na Rua Claudio Brotherood , no Cordeiro. Em 1965 o terminal da linha mudou para  Rua Jardim do Forte , ainda no Cordeiro , quando em 1975 a linha passa a iniciar na Rua da Olaria , já no bairro dos Torrões .

Estas linhas integram com o TI Getúlio Vargas, que  fica localizado dentro do bairro do Cordeiro, dando opções de deslocamento para o centro do Recife e Camaragibe através do BRT Leste - Oeste.

A Avenida Caxangá corta o bairro, indo das imediações do Parque de Exposições do Cordeiro até após o Hospital Getúlio Vargas. O limite norte do bairro é com o Rio Capibaribe, o bairro do Cordeiro é plano em quase toda sua totalidade e apresenta um potencial enorme de crescimento no setor de imóveis, atraindo novas construtoras e incorporadoras que estão atuando em pleno vapor em terrenos  adquiridos no bairro. O empreendimento da vez é o Brisa dos Nobres, da Construtora Saraiva.

 

 






quinta-feira, 2 de maio de 2024

Marcopolo - história, destaques e curiosidades - parte III

 Em 1992 a Marcopolo apresentou na Expobus - Feira Industrial de Ônibus e no Salão do Automóvel, ambos em São Paulo, a geração V dos seus ônibus, que teve a produção em série iniciada em 1993, com os modelos rodoviários Paradiso e Viaggio.

Torino GV em evento religioso, para ver mais relíquias como essa, acesse o vídeo Especial Busologia >>

O urbano Torino GV foi uma das atrações da Expobus em 1994, a Marcopolo iniciou sua produção neste ano, foi o primeiro ônibus de uma encarroçadora brasileira a atender as exigências da norma R 36 da Comunidade Econômica Européia.
Totino GV, recorte de jornal gaúcho

Neste ano a Marcopolo produziu o primeiro 8x2 feito em terras brasileiras, o modelo Paradiso 1450 LD teve suas primeiras unidades comercializadas.

Paradiso GV 1800 DD, lançado em 1996

Em 1996 conquistou a ISO 9002, tornando-se a primeira indústria de carrocerias brasileira a ganhar reconhecimento internacional. Mais uma Expobus foi palco dos lançamentos da Marcopolo, entre eles o Paradiso 1800 DD ( concebido no ano anterior ), o primeiro desse segmento a ser fabricado no mercado nacional. O ônibus de dois andares só veio ser liberado no Brasil em 1997, fato curioso é que a Marcopolo já comercializava o modelo para a Argentina, para empresas que faziam viagens ligando o país ao território brasileiro; a ISO 9001 foi conquistada nesse ano.

Registro do ônibus 100.000 da Marcopolo - adquirido pela CVC Turismo

Em 1998 atingiu a marca de 100 mil ônibus produzidos em território brasileiro, fato inédito de uma empresa do segmento no Brasil. O ônibus de número 100 mil foi apresentado na Expobus desse ano, junto com os lançamento do Viale e do Andare, produziu também o VLP - veículo leve sobre pneus, especialmente para trafegar em via expressa, a pedido da prefeitura de São Paulo.

Viale da Borborema, a empresa foi uma das primeiras a adquirir o novo modelo da Marcopolo

Foi também apresentado o Viale de 15 metros com terceiro eixo direcional - sistema inédito no país. Neste ano foi lançado a nova logomarca da Marcopolo, 4.000 funcionários já trabalhavam na Marcopolo, sendo a maior empresa encarroçadora de ônibus da América Latina; 50 ônibus por dia saíam das fábricas Ana Rech e Planalto, ambas em Caxias do Sul. Outro destaque da Marcopolo nessa década era a produção de ônibus para famosos, como Roberto Carlos e Sula Miranda. 

Possuía fábricas em Portugal, Argentina, México , Colômbia e África do Sul.

Em 2001 foi lançado em mais uma Expobus os novos ônibus Paradiso 1800 DD e o Paradiso 1350 - o primeiro do mercado nacional com altura de 1,79 metros no salão superior; um outro lançamento da Marcopolo, o Paradiso Turis, com vários itens tecnológicos, como televisores embutidos em cristal líquido não teve sucesso em sua comercialização e não teve sua produção em série. 

Em 2010 uma das maiores negociações na história da Marcopolo, a Viação Garcia, do Paraná,  adquiriu de uma vez 100 ônibus encarroçados sobre chassi Volvo; mais ainda esse ano o Grupo JCA adquiriu 222 unidades de uma só vez, os modelos foram os Paradiso 1200, 1050 e 1550 LD. 

Em 2011 a Marcopolo foi escolhida para fornecer os ônibus das 12 seleções participantes  da Copa América, o modelo foi o 1800 DD. Na Transpúblico ( feira de transportes ) deste ano, foi apresentado o Viale BRT, o articulado com 21 metros de comprimento e o biarticulado com 28 metros, os modelos foram projetados para operar no sistema BRT do Rio de Janeiro. 

No setor urbano a Marcopolo assinou um dos maiores contratos de sua história até aquele momento, 502 ônibus foram encomendados para as empresas de transporte de Manaus, sendo 406 Torinos e 96 Viales articulados.



segunda-feira, 15 de abril de 2024

Mobilidade nos bairros : Mangabeira

 Localizado na zona norte do Recife, ás margens da Avenida Norte Miguel Arraes de Alencar, o bairro é limitado ao sul com o Canal do Arruda ( Avenida Professor José dos Anjos ), a oeste com o Alto José do Pinho, ao norte com Bomba do Hemetério e ao leste com o bairro do Arruda. Sua principal via, a rua Mangabeira, é por onde trafegam as linha de ônibus que atendem ao bairro : 611 - Alto José do Pinho ( via Mangabeira ), 780 - Alto Santa Terezinha ( Derby ), além da 611 - Morro da Conceição ( bacurau )

a linha 611 é uma das que atendem ao bairro da Mangabeira.

Mangabeira possui uma população próxima de 7 mil habitantes, sendo também um dos menores bairros do Recife em área territorial. 

Bairro da Mangabeira visto de cima, à esquerda a Avenida Norte e o Canal Vasco da Gama, , o bairro fica nas proximidades do SESC Casa Amarela, onde se vê uma piscina na imagem acima
  

Curiosidade

Em 1981 a Vila Bola na Rede foi uma ocupação iniciada ás margens do Canal do Vasco da Gama, num terreno abandonado onde funcionava um campo de futebol , no bairro da Mangabeira. Em 1983, quando os moradores foram transferidos para o atual Parque Residencial Bola na Rede, na Guabiraba, próximo a Paratibe, já eram 320 famílias no local.

IMÓVEIS - La Vie , Moura Dubeux no bairro da Várzea

Bairro da Várzea ganha mais um Moura Dubeux

Imóveis Depois do Reserva Polidoro , a Moura Dubeux inicia a construção de mais um novo edifício na zona oeste do Recife . O La Vie é o mais...