Página no Facebook

Página no Facebook
Clique na foto

O carroceiro na mobilidade do Recife

"Prefeitura quer acabar com o trânsito de carroças de tração animal dentro do Recife ."

Nesta semana fui surpreendido com essa notícia nos jornais televisivos do Recife . E então resolvi pesquisar sobre o assunto .

É comum a quem transita pelas ruas do Recife encontrar alguém conduzindo uma carroça , seja ela acoplada a um animal ou não. A cena faz parte do cotidiano recifense há quase um século . E hoje vamos mostrar a relação desse meio de transporte com a mobilidade dentro das cidades . São muitas as atividades nas quais eles se empregam , como ferro - velho ; coleta de recicláveis ; mudanças ; recolhimento de lixo pela coleta de resíduos , transporte de materiais de construção e até no transporte de pessoas , como os próprios familiares do dono da carroça .

foto : http://www.brasilhipismo.com.br

O grande problema desse tipo de transporte é o mau trato por parte de alguns condutores que utilizam animais como puxadores , e isso é um problema antigo ; Numa coluna do Diário de Pernambuco veiculada no ano de 1881 , já havia um relato de mau trato a um burro guiado por um carroceiro , onde este apanhava frequentemente do seu dono , com açoites na cabeça do animal . Naquela época uma lei foi aprovada limitando a quantidade de carga que cada carroça poderia conduzir.

Mas a problemática dos carroceiros não fica por aí , outro grande motivo para os governantes pensarem em proibir o tráfego desse tipo de veículo dentro do Recife é mesmo a questão de mobilidade , pois como as vias hoje são feitas para os carros , os carroceiros que já chegaram a competir com táxis e camionetes no transporte de mercadorias , perderam espaço para os automóveis e hoje são vistas como um problema que atrapalha o trânsito nas grandes cidades .

Carroceiros querem regulamentar a atividade ao invés de extingui-la .

Isso já foi uma realidade no Recife , antigamente os carroceiros eram obrigados a tirar a carteira de carroceiro e emplacar a carroça. Nos dias atuais não existe essa regulamentação , e os carroceiros são encarados mesmo como meio de transporte clandestino . Alguns que atuam na atividade defendem que deveriam impor regras a quem exerce a atividade , como aplicação de multas aqueles que forem flagrados maltratando os animais .

Carroceiros já foram o principal meio de transporte de cargas no Recife de outrora.

No começo do século XX , o trânsito de carroças na cidade do Recife era intenso , da Boa Vista a Dois Irmãos , do Pina a Madalena , da Encruzilhada a Boa Viagem ... tudo se transportava por carroça. Daí veio o caminhão , que foi aos poucos ganhando espaço nas ruas e " tirando " as cargas do domínio dos carroceiros. Veja abaixo alguns fatos relevantes nessa luta do carroceiro nas ruas do Recife.

Linha do tempo

Em julho de 1970 o trânsito de carroceiros na ponte Juazeiro - Petrolina foi proibido , provocando o desolamento de centenas de carroceiros que transportavam mercadorias entre as duas cidades .

Em novembro de 1970 , por motivos de muitos acidentes estarem ocorrendo envolvendo os carroceiros , o Detran começou a exigir deles , o conhecimento do Código Nacional de Trânsito e tratamento de animais , proibindo a condução de carroças por menores de 18 anos . Na época também foi decidido que deveriam emplacar e pintar as carroças , além dos animais possuírem ferradura.

Em 1971 os carroceiros possuíam até sindicato : Associação dos Condutores Autônomos de Veículos de Tração animal e Manual de Pernambuco.

Em 1972 o Diário de Pernambuco noticiava : fim das carroças no Recife . O artigo falava do fim da profissão e que tinha se tornado raro encontrar um carroceiro guiando sua carroça puxada por um animal. Que a cidade moderna tinha absorvido o carroceiro , o Detran tinha proibido o tráfego em várias ruas e a população passou a dar preferência aos caminhões no transporte de mudanças e cargas pesadas.

Siga o blog no Facebook (https://www.facebook.com/blogMobilidadeeTransporte/) e fique por dentro das próximas postagens . Em breve traremos mais uma matéria relacionada ao assunto , vamos falar dos bondes puxados por burros, que circularam no Recife no século 19.

Nenhum comentário:

Links

Fique por dentro !

MINIATURAS

Minha galeria