Mostrando postagens com marcador nostalgia. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador nostalgia. Mostrar todas as postagens

Cristo Redentor - linhas extintas

O Sr. Antônio Albino Pimentel , operava linhas da zona oeste , a exemplo da iniciada em 1967 , que atendia as fábricas da BR 232 , denominada Cristo Redentor , a empresa se chamava Expresso Pimentel . Com horário de circulação das 4 da manhã às 22 horas , tinha pontos terminais na Praça 17 e Rua da Aurora , dez ônibus monoblocos Mercedes - Benz com capacidade para 36 passageiros sentados , foram adquiridos pela empresa para operação dessa linha .

A linha sofreu as disputas de território que eram comuns na época , pois as empresas reclamavam da invasão da CTU nos itinerários operados por elas ; caso da linha Cristo Redentor , onde a Pimentel reclamava que a CTU alterava seus terminais com o intuito de fazer concorrência na linha . A Expresso Pimentel reclamava também que a CTU mandava os carros dela fecharem os da Pimentel provocando acidentes e riscos aos passageiros.

Expresso Pimentel

Em 1967 , quando o Distrito Industrial do Curado ganhava força , com a chegada de grandes empresas como : Tintas Coral , Johnson & Johnson e Romi , e onde já estava instalada a Microlite , a necessidade por transporte era notável . Com isso a Expresso Pimentel ganhou a concessão para operar a linha Recife / Cristo Redentor ( Jaboatão ) , colocando em circulação dez unidades do monobloco Mercedes - Benz recém - adquiridos .

Em julho de 1967 a CTU impetrou mandado de segurança contra a Expresso Pimentel , para retirada da concessão da linha , mandado esse negado pela justiça. Depois a linha passou a ser operada pela AVS , em seguida a Borborema adquiriu a AVS e suas linhas receberam nova nomenclatura , e o itinerário da Cristo Redentor passou a ser feito pelas linhas dos Curados .

Atualidade

Nos dias atuais , as linhas que trafegam pela BR 232 , onde estão instaladas as fábricas que a Expresso Pimentel atendia são feitas pela Borborema . Quem não lembra da Curado IV ( Av 01. TIP ) , ou Curado IV ( Rua 14 ) ? operados pelos saudosos Engerautos , como na foto abaixo , postada no site Ônibus Brasil .

Mas com a implantação do SEI na Integração TIP , as linhas dos Curados que iam para o Centro passaram a alimentar o TI TIP , criando - se as linhas radiais 346 TI TIP ( Conde da Boa Vista ) e 347 TI TIP / Derby .

Mas além dessas outras linhas fazem o trajeto pela Avenida Getúlio Vargas ( BR 232 ) , entre elas estão as que você vê nas fotos abaixo :

Linha 341 Curado I ( Conde da Boa Vista ) , a única dos Curados que não se tornou alimentadora do TI TIP.

Vipel - viaturas e peças Ltda

Vipel - viaturas e peças ltda , foi a principal representante Marcopolo nos anos 80 no Nordeste. Inicialmente funcionando em Goiana , em 1980 mudou sua sede para Rua São Miguel em Afogados.Sob a titularidade do empresário José Alfredo de Medeiros. Além de comercializar ônibus novos , também vendia usados , da Marcopolo e outras carrocerias .

Veja agora as principais aquisições das empresas de ônibus do estado junto a Vipel .

Em 1978 a Vipel fornecia as empresas Santa Maria de João Pessoa e Barros de Natal , 25 unidades do modelo Veneza II. Outras empresas que adquiriram ônibus este ano na Vipel : São Judas Tadeu , São Sebastião , Santa Cruz , Expresso Amapá , Auto Viação Mirim , Expresso 2 de Julho , Princesa do Agreste , Expresso Mandacaruense , Empresa Marques da Silva , Viação Boa Vista , Planetur , Expresso Aroeirense , Expresso Condor , Empresa Nossa Senhora dos Remédios , Viação Planalto , Empresa Barros e Viação Nordeste. .

Em 1979 , unidades do Marcopolo II foram comercializados com as empresas Auto Viação Santa Cruz e Transporte Olindense.Neste ano também , a Vipel promoveu várias entregas nos estados de Alagoas , Rio Grande do Norte e Paraíba

Santa Cruz , Amapá , Machado , Olindense de Recife , Tabosa e Caruaruense renovaram suas frotas em 1980 com ônibus adquiridos na Vipel.

Local onde funcionou a Vipel , em Afogados .

Em 1981 as empresas Progresso , Princesa do Agreste , CTU e Borborema renovaram suas frotas com ônibus comprados na Vipel. No mesmo ano a Rodoviária Machado adquiriu 15 unidades do Marcopolo San Remo. A Vipel forneceu também para várias empresas do Rio Grande do Norte e algumas da Paraíba.

Marcopolo III , uma das carrocerias comercializadas pela Vipel.

A Vipel contava com o apoio de uma fábrica piloto da Marcopolo instalada em 1978 no bairro do Ibura , que funcionava com serviço de assistência técnica , oficina e estoque de peças de reposição para todo o Norte / Nordeste.

Em 1983 a Marcopolo / Vipel apresentaram no Cabanga Iate Clube os modelos da geração IV : o novo Torino , o Viaggio ( adquiridos pela Borborema e Real Alagoas , São Domingos, Jotude , Progresso e Caruaruense) e o Strada. Neste ano a Jotude adquiriu 13 ônibus na Vipel , para atuar nas suas 17 linhas , em Pernambuco e Alagoas e a Empresa Oliveira renovou sua frota com 8 ônibus modelo Torino.

Em 1984 a Marcopolo aumentava o leque de produtos da Geração IV , disponibizando na Vipel os modelos Paradiso e Senior.

Norasa / Mercedes - Benz , série : as concessionárias de ônibus do Recife

A Norasa - Nordeste Automotores S/A foi nomeada em 1971 como representante da Mercedes - Benz no Recife. Pertencia ao grupo Armando de Queiroz Monteiro , que incluía entre outras empresas : a Usina Cucaú , o Banco Mercantil de Pernambuco e a Sael - representante da Volkswagen no Recife. A concessionária inaugurou em 1972 na Avenida da Saudade , em Santo Amaro .

Local onde funcionou a Norasa , em Santo Amaro

Confira abaixo algumas aquisições que as empresas de ônibus do Recife fizeram na Norasa ao longo dos anos .

1973 - a Norasa entregou a Transportadora Itamaracá 6 chassis modelo LP-0 série 113/45 equipados com Carroceria Ciferal.

1974 - a Empresa Nápoles adquiriu 20 micro-ônibus para o novo serviço nas linhas Casa Caiada e Rio Doce ( Vila Cohab ).

1975 - a Borborema adquiriu 20 unidades para as linhas de Boa Viagem , encarroçados na Carroceria Metropolitana S/A.

1976 - mais uma grande compra da Borborema , dessa vez de 80 unidades encarroçadas na Caio Norte para transporte rodoviário em Pernambuco e Alagoas.

Local da nova sede da Norasa , onde hoje funciona o Home Center Tend Tudo , na Imbiribeira

Em setembro de 1977 a Norasa inaugurou suas novas instalações , na Imbiribeira ( Mascarenhas de Moraes ) , onde hoje funciona a Tend Tudo.

1978 - a Norasa entregou oito opcionais a Empresa Oliveira. Neste ano a Norasa expôs os lançamentos da Marcopolo , o Marcopolo III e o San Remo. A maior compra do ano foi da AVS , 34 unidades encarroçados na Caio Norte. Outras empresas que renovaram sua frota esse ano foram : São Judas Tadeu , Amapá , Boa Vista , R.A.L ; Senhor do Bonfim , Teixeiras e Machado , todas com modelo Caio LPO-1113-54. no total do ano , a Norasa entregou 144 unidades , divididos entre 21 empresas. Neste ano também foram adquiridos os ônibus da URB que funcionaram nas linhas dos estacionamentos periféricos.

1979 - a Norasa entregou algumas unidades do monobloco O-362 para a empresa Real Alagoas . A Auto Viação Santa Cruz aumentou sua frota com 20 unidades modelo Marcopolo San Remo. A Rodoviária Machado adquiriu alguns ônibus do modelo Mercedes - Benz - LPO e a Leão do Norte renovou a frota para operação nas linhas do interior. No mês de setembro , lançou oficialmente no Recife o urbano da Mercedes - Benz O-364 , que foi adquirido pelas seguintes empresas : Rodoviária São Domingos , Progresso

1980 - a São Domingos entrando no segmento de turismo , adquiriu modelos plataforma O-364, carroceria Diplomata. A Real Alagoas renovou totalmente a frota da linha Recife - Maceió com monoblocos O-364.

1981 - a Norasa forneceu 15 monoblocos O-364 Mercedes - Benz para a Autoviação Progresso. A Rodoviária São Domingos adquiriu 10 monoblocos O-364 rodoviário com poltronas reclináveis , tacógrafo , rádio AM-FM , toca - fitas , microfone e sanitário químico; adquiridos para o serviço de turismo. Neste ano também a Nápoles adquiriu 7 ônibus a Norasa .

1982 - a Expresso Amapá adquire dez monoblocos a Norasa . Neste ano a São Domingos adquiriu 13 unidades , e a Nápoles aumentou sua frota com 16 unidades rodoviárias. Ainda em 1982 a Norasa lançou o Consórcio Mercabenco , especializado em produtos Mercedes - Benz . Na Exposição de Animais , no Parque do Cordeiro , a Norasa montou um estande , onde foram comercializados 15 unidades do monobloco O-364 para a Expresso 1002.

1983 - a Empresa Oliveira adquire oito unidades do Marcopolo Torino junto a Norasa.

Pesquisa : acervo digital do Diário de Pernambuco

Imperial Diesel , Vipel , Norasa - série : as concessionárias de ônibus do Recife

O blog Mobilidade & Transporte inicia mais uma série falando sobre a história do transporte por ônibus na cidade do Recife . Desta vez vamos tratar das concessionárias e revendedoras , que representam as empresas fabricantes de chassis e carrocerias . Vamos falar de algumas que foram mais representativas aqui na cidade do Recife , iniciando com a Imperial Diesel.

Surgiu em 1964 , na rua de mesmo nome , no bairro de São José , como concessionária Mercedez - Benz e Toyota .

Inaugurada apenas em 1965 , com a presença dos diretores da Toyota e Mercedes.

Foi a Imperial Diesel que forneceu 100 ônibus monoblocos a extinta CTU e quase uma outra centena a empresas particulares do Recife no ano de 1967. A firma chegou a possuir um departamento industrial de recuperação de monoblocos.

Local onde funcionou a Imperial Diesel no número 1638 , da Rua Imperial

Modelo fornecido pela Imperial Diesel as empresas de ônibus do Recife . Foto : http://valebus.blogspot.com

Veja as principais aquisições das empresas pernambucanas na Imperial Diesel

Em 1967 a Expresso Pernambucano ( ver matéria ) , recém comprada pelo Sr. Artur Bruno Schwambach adquiriu dois monoblocos para operação nas linhas para Rio e São Paulo.

Recorte : arquivo Diário de Pernambuco

Em 1968 a CTU adquiriu 12 monoblocos a Imperial Diesel .

Neste ano a Real Recife também adquiriu ônibus a Imperial Diesel , do modelo O-326. A Auto Viação Progresso encomendou 20 unidades do modelo de luxo O-326 para operação na linha Recife / Garanhuns.

10 unidades O-326 foram adquiridos pela Autoviária Senhor do Bonfim. Outras empresas adquiriram ônibus na Imperial Diesel em 1968 : Rodoviária Caruaruense , Rodoviária São Domingos , Auto Viação Cruzeiro , Transportadora Rio Una , Auto Viação santa Cruz e Expresso 1002.

Em 1969 a Empresa Oliveira ( Recife ) adquiriu cinco ônibus Mercedes - Benz a Imperial Diesel.

A CTU adquiriu junto a Caio Norte por intermédio da Imperial Diesel , 20 ônibus monoblocos Mercedes - Benz .

Auto Expresso Oliveira , Auto Viação Santa Cruz e São Judas Tadeu adquiriram ônibus na Imperial em 1969.

Em 1970 a Empresa Senhor do Bonfim , com linhas para Água Fria , adquiriu dois monoblocos. A Imperial Transportes e a Expresso Justino adquiriram modelos O -352 Urbano.

Nesse ano foi reconhecida como a a maior revendedora Mercedes - Benz no Brasil.

Em 1971 a Nápoles adquiriu modelos O-332 . A São Judas Tadeu renovou sua frota com modelos O-352, OM-321 e LPO -344.

1973 - entregou 50 veículos a CTU. Borborema adquire 20 unidades. A Expresso 1002 também adquiriu 20 unidades.

Em 1975 a Imperial Diesel mudou para Estrada da Imbiribeira ( atual Mascarenhas de Moraes), onde hoje fica a locadora de veículos Localiza e na antiga sede ficou funcionando uma loja de autopeças. Uma das primeiras entregas na nova sede foram os 13 ônibus da CTU ( 8 opcionais - uma novidade para o Recife - e 5 convencionais).

Em 1977 a Imperial Diesel junto com a Caio Norte entregaram 30 ônibus chassi LPO 113 para a CTU.

Em 1978 a Vera Cruz adquiriu 10 ônibus carroceria tipo Emanuele com capacidade para 40 passageiros. A Empresa Nacional que operava as linhas Detran e Monsenhor Fabrício adquiriu 16 ônibus Gabriele II da Caio Norte. A CTU adquiriu 10 monoblocos O-362.

A Expresso 1002 adquiriu 12 unidades do monobloco O-362

Em 1980 a Expresso 1002 adquiriu 20 monoblocos O-364. A São Domingos iniciou no segmento de turismo adquirindo ônibus com chassi O-364.

Em 1984 a Empresa Senhor do Bonfim adquire 20 monoblocos urbanos .

Fique ligado nas próximas postagens , acompanhe o blog nas redes sociais - https://www.facebook.com/blogMobilidadeeTransporte/

Carrocerias de ônibus - Caio Alpha

O modelo foi lançado pela Caio em 1995 em sucessão ao Caio Vitória, e encerrou sua produção no ano que a Caio deixou de ser uma empresa familiar e foi vendida para um grupo de empresários do transporte , no começo dos anos 2000. O Caio Alpha , produzido em Botucatu / SP , teve maior força de vendas no sul - sudeste , no Nordeste as vendas foram em menor número , mesmo assim estava representado em muitas empresas daqui , além disso era possível encontrar usados adquiridos das empresas do sul circulando por empresas menores.

Caio Alpha em Pernambuco

Veja algumas empresas pernambucanas que adquiriram o modelo.

Empresa Oliveira Ltda : empresas extintas do Recife

Nascida em 1954 , pertencia ao empresário Dr . José Souto de Oliveira , que ganhou o prêmio de empresário do ano em 1977. Com sua ótima administração , a Empresa Oliveira era considerada uma das melhores do Brasil em transporte urbano de passageiros. Além do bom atendimento aos clientes , os funcionários dispunham de instalações das melhores , como dormitórios e vestiários no anexo da garagem da empresa na Cidade Universitária.

Os ônibus da Empresa Oliveira eram da cor verde-claro , com faixas verticais (Foto Diário de Pernambuco).

Provável terreno onde funcionou a garagem da Empresa Oliveira , na Iputinga

Cronologia

Iniciou em 1954 com microônibus fazendo as linhas Torre / Madalena e Casa Amarela.

Em 1958 fazia as linhas Torre / Madalena e Tejipió.

Em 1959 começou a operar exclusivamente na linha de Jardim São Paulo , com ônibus comuns , abandonando as linhas de lotações.

Em 1960 operava a linha de Beberibe.

Em 1969 , cinco ônibus de luxo Mercedes - Benz foram adquiridos a Imperial Diesel , totalizando 19 ônibus em sua frota. A empresa contava ainda com três jipes Toyota Bandeirante , que prestavam socorro mecânico aos ônibus da frota. O terminal da linha ficava na Praça Joaquim Nabuco , de onde partiam ônibus de 3 em 3 minutos com destino ao subúrbio de Jardim São Paulo. Os ônibus possuiam sistema de rádio , que propiciavam música aos passageiros durante o trajeto.

Em fevereiro de 1970 o empresário José Souto adquiriu o controle acionário da Empresa Marques da Silva , que fazia a linha de Camaragibe.

Em 1971 a Empresa Oliveira adquiriu um financiamento de 500 mil cruzeiros e renovou a frota com modelos Caio Bela Vista , fabricados na Caio Norte em Jaboatão.( ver matéria )

Em 1972 a Oliveira tinha 20 carros novos operando na linha de Jardim São Paulo.

Imagem : Diário de Pernambuco

Em 1976 adquiriu ônibus da Caio Norte , chegando a frota de 21 no total.

Nos anúncios de 1976 , a empresa tinha a garagem nesse terreno , atrás do Eros Hotel , na Iputinga

Em 1977 se tornou a única empresa de ônibus urbano no país a operar com tacógrafo ( que controlava a velocidade dos ônibus em 60 km/h).

Em 1978 adquiriu à Norasa , oito ônibus opcionais LPO Mercedes - Benz.

Em 1979 , mais uma vez adquiriu frota de 16 ônibus Gabriela II junto a Imperial Diesel para operar na linha 336 Jardim São Paulo via Prado ( atual 321 Jardim São Paulo ( Abdias de Carvalho).Com isso atingiu o número de 40 carros em sua frota.

Em 1981 a Empresa Oliveira foi afastada , dando lugar a Metropolitana , a Oliveira aparece no noticiário operando a linha Mustardinha em 1982, em substituição a CTU , que devido ao zoneamento feito pela EMTU passou a operar no Corredor Caxangá .Mas no mesmo ano a Oliveira volta a operar em Jardim São Paulo.

Em 1983 a Oliveira adquire os primeiros Torinos da região , num total de 8 ônibus.Na época operava as linhas : Jardim São paulo ( Abdias de Carvalho ) , Bongi e Mustardinha.

Não sabemos o que levou ao fim da Empresa Oliveira , mas em algumas notícias divulgadas nos jornais pesquisados , o serviço dela tinha caído em qualidade após o zoneamento da EMTU , o que pode ter levado o órgão a retirar a concessão das suas linhas , colocando outra empresa no lugar.

Aniversário de Recife e Olinda - história do transporte

Conheça algumas das empresas que operavam na decáda de 60 no Recife e redondezas .

Expresso Metropolitano - linha 77 Cavaleiro e Jangadinha;

Rodoviária Borborema - Avenida Norte , Córrego do Euclides e Vasco da Gama;

Empresa Pêdrosa - Pedrosa , Pedrosa & Cia Ltda - Boa Viagem , Vila dos Sargentos , Pina , Piedade , Brasília Teimosa , Aeroporto;

Empresa Nacional de Transportes - Linha do Tiro ;

Rodoviária Potengy - linha 27 Nova Descoberta ;

Empresa Pereira Lima - Moreira , Borba & Lima ltda - 60 Estrada dos Remédios ;

Empresa Central Vitória - Vitória de Santo Antão ;

Expresso Canadá - 44 General San Martin;

Empresa Nápoles - Cajueiro , Olinda - Bairro Novo, Olinda - Carmo , garagem na Rua da Regeneração , 172 , Beberibe;

Empresa Oliveira - 74 Jardim São Paulo , garagem na rua São Mateus , 645 , Iputinga;

Empresa de Transporte Cruz - Várzea e adjacências;

Auto Viação Marlene - 109 Dois Unidos ;

Expresso Cearense - 103 Águas Compridas ( Beberibe );

Expresso Aurora - 76 Sucupira ;

Expresso Petrópolis - Elson Souto & cia ltda - 11 Peixinhos ;

Empresa Severino Ribeiro - 40 Várzea ;

Empresa São Jerônymo ltda - 97 Vila do Ipsep via Boa Viagem ;

Expresso Diplomata - 48 Cidade Universitária .

Rodoviária Machado , nas linhas de Olinda

Começou a operar linhas em Olinda ainda nos anos 50 . Teve a permissão de operação das suas linhas cancelada em junho de 1988 . A partir daí , um grupo de empresas assumiu os itinerários da Rodoviária Machado :´

Borborema Imperial ;

Expresso Vera Cruz ;

José Faustino ( SJT ) ;

Empresa Metropolitana ;

Santa Cruz ;

Nápoles .

A empresa , que participava da CCT ( Câmara de Compensação Tarifária ) , sofreu intervenção do órgão gestor de transporte , na época , a EMTU . Operou as linhas São Benedito / Rio Doce ; Vila Popular , Caixa D'Água ; Aguazinha ; Águas Compridas e São Benedito , via Fosforita , Sítio Novo / Rio Doce , operada em conjunto com a Nápoles ; começou a circular em outubro de 1978 . Em 1979 adquire 10 ônibus da Caio Norte , modelo Gabriela II , como o da foto abaixo .

Já em 1981 , adquiriu junto a concessionária VIPEL , 10 ônibus Marcopolo , modelos San Remo e Marcopolo III.

Modelo San Remo

Em 1982 teve o itinerário de suas linhas alterado pela EMTU , deixando de passar pela Avenida Beberibe e seguindo pela Avenida Presidente Kennedy .Possuía em 1975 , 36 ônibus , garagem na Estrada do Caenga , e controlava também a Amapá e a Nacional , esta última fazia a linha Monsenhor Fabrício via Detran.

Pesquisa : Jornal Diário de Pernambuco e Dissertação UFPE

A história do transporte na zona sul do Recife

Autoviação Progresso , Empresa Pedrosa , Imperial , Borborema

O transporte por ônibus na zona sul do Recife , começou ainda com alguns bondes da Tramways operando , com a construção da ponte do Pina os ônibus começaram a trafegar por Boa Viagem , na postagem de hoje , as primeiras empresas a operar linhas na zona sul do Recife .

A postagem está organizada em ordem cronológica dos fatos pesquisados .A pesquisa foi feita junto a Homeroteca Digital do Diário de Pernambuco .

Autoviação Progresso

Tudo começa em 1940 , quando João Tude De Melo , operando a linha pra Garanhuns , resolve a pedidos estender sua linha até a Avenida Boa Viagem , servida no momento por bondes.

Em Julho de 1946 , inaugurava sua linha com terminal no Pina , adquirindo 20 ônibus em São Paulo , chegados de navio ao Recife .

Em setembro de 1950 a Autoviação Progresso adquiria 10 ônibus , aumentando a sua frota na operação das linhas : Pina , Boa Viagem , Piedade , Vila dos Sargentos , Tejipió e Água Fria . No mês de outubro , a Progresso inaugurou uma linha para o Aeroporto , sendo uma extensão da linha de Boa Viagem.

Em maio de 1953 , a Auto Viação Progresso adquiria 10 ônibus GM Coach para trafegarem nas linhas do Pina e Boa Viagem.

Modelo semelhante ao adquirido pela Autoviação Progresso

Em setembro de 1958 , a Progresso vendia sua frota a Empresa Pedrosa LTDA , 10 ônibus passaram a atender as linhas : Boa Viagem , Pina e Aeroporto , linhas que foram cedidas pela Progresso a Empresa Pedrosa . Era a saída da Progresso das linhas urbanas do Recife , passando a concentrar esforços nas linhas do interior .

Depois da greve de 59 , o Sr João Tude negociou os ônibus com a São Paulo e a Pedrosa , ficando só com linhas do interior.

Empresa Pedrosa LTDA

Sua garagem ficava na Avenida Beberibe , 2290 em Água Fria , nas imediações de onde hoje está instalado o supermercado Melodia . Francisco Xavier Ramos Pedrosa era o proprietário desta empresa .

Em 1958 assumiu as linhas da Progresso na zona sul , operou nas linhas até o ano de 1967.

A transferência das linhas Boa Viagem , Pina e Aeroporto oriundas da Progresso era o ínicio da Empresa Pedrosa na zona sul do Recife ; que na exigência da Inspetoria de Serviços Públicos Municipais , renovava sua frota com 20 ônibus novos .

Em 1960 a Pedrosa operava nas linhas do Pina , do Aeroporto e de Piedade .

Em Maio de 1962 operava as linhas Brasilia Teimosa , Pina , Boa viagem , Aeroporto e Piedade.

Em junho de 1962 adquiria 20 ônibus novos.

Em Julho de 1966 a Pedrosa extendia a linha de Boa Viagem até o parque da Aeronáutica .

Em maio de 1967 , uma nova empresa começava a operar na linha do Aeroporto, era a Imperial Transportes Ltda , precursora da Borborema , sob a gerência do ex diretor da Pedrosa que circulara no Recife nos anos 40, o Sr Luis Pedrosa , que havia adquirido 10 monoblocos vindos do sul do país.

Imperial Transportes LTDA

Por iniciativa de um grupo de empresários com uma certa experiência no transporte público do Recife , entre eles Lourival Bandeira de Melo , surgiu a Imperial Transportes , sob o comando de Luiz Pedrosa de Queiroz , antigo gestor da Empresa Pedrosa LTDA .

Em junho de 1967 , a Empresa Pedrosa entrava com mandado de segurança contra a retirada dos seus ônibus da linha do Aeroporto , que operava há quase 10 anos , no mesmo mês a Pedrosa ganhava na justiça o direito de permanecer explorando a linha.

No ano de 1967 , a Imperial já operava nas outras linhas da zona sul .

Nos anos de 1970 e 1971 a Imperial era escolhida a empresa de transporte coletivo do ano , na ocasião operando 8 linhas : PIna , Boa Viagem , Piedade , Candeias , Aeroporto , Brigadeiro Ivo Borges , Hospital da Aeronáutica e Vila do Ipsep .

Em setembro de 1970 a Imperial Transportes renovava sua frota com monoblocos O - 352 urbano , aumentando sua frota pra mais de 50 veículos .

Em 1972 a Imperial Transportes adquiria junto a Caio Norte (ver matéria ) , com planta em Jaboatão dos Guararapes , modelos Bela Vista . Sua frota alcançava o número de 65 ônibus.

Em outubro de 1972 , a Imperial tinha novo dono , Arthur Bruno Schwambach

Em março de 1973 , a Imperial lançava o serviço de microônibus pra linha de Boa Viagem , já com o nome Borborema nas laterais .

Em 1975 a Borborema inaugurava sua garagem exclusiva para os ônibus da Zona Sul.

Em agosto de 76 , os frescões começaram a circular pela Imperial Transportes .

Em julho de 77 um mandado de segurança da Borborema - Imperial suspendia a circulação de linhas da CTU criadas para a área de Boa Viagem . As linhas eram : Cidade Universitária / Centro via Boa Viagem , Avenida Armindo Moura / Centro (ar condicionado ).

Em 21 de julho de 1981 , era aprovada a transformação de Borborema - Imperial Transportes S.A em Borborema Imperial Transportes LTDA , era o surgimento da Borborema vista hoje nas ruas do Recife .

Links

Fique por dentro !

MINIATURAS

Minha galeria